Meu nome é Juliana Bumbeer e sou escritora. (Mais detalhes do meu currículo, clique aqui).

Já faz muito tempo que escrevo, além de fazer outras artes, mas em 2019 me organizei para que em 2020 eu pudesse publicar meu primeiro livro, além de outros que há tempo estavam sendo gestados. Quando chegou o momento da publicação, em março de 2020, veio a pandemia; então esperei um pouco, imaginando que fosse durar no máximo dois ou três meses. Ao perceber que ela iria se estender por mais tempo, entendi que o “tempo formoso de Deus” era exatamente aquele! E assim tomei coragem para que em junho de 2020 iniciasse meu trabalho como artista e autora de livros. Como me intitulo hoje, sou uma “escritora da pandemia”, mas também uma “escritora do abraço”, pois apesar de eu ter me iniciado como escritora num tempo tão difícil na história do Brasil e do mundo, tem sido também um tempo de superação e aprendizado, pois este momento tem me gerado livros e criações que jamais faria numa outra circunstância.

Como escritora e artista, dedico-me em dois espaços criativos, O Rei Doidão (mais detalhes, clique aqui) e Cidade de Mulheres (descrito e apresentado neste blog) que apresento toda esta produção que já vem gestada e desenvolvida desde 2002.

Criei este espaço para além de divulgar meu trabalho artístico (principalmente o literário), incentivar mulheres a usarem seus talentos para construírem esta cidade invisível e infalível do Rei dos reis, pois o Rei está voltando!

Cidade de Mulheres:
Construindo um reino invisível, eterno e infalível a partir da identidade que recebemos em Cristo.